Em Mônaco é preciso respeitar a linha dos pilotos, avisa Maldonado

Venezuelano sofreu forte acidente após ser fechado por Chilton. Os dois pilotos deram suas versões ao TotalRace

O acidente assustou. Na parte de trás do grid, Chilton e Maldonado lutavam por posições, quando o venezuelano foi fechado pelo piloto da Marussia, acertou o guard-rail e acabou destruindo parte da barreira de proteção da pista de Mônaco. Como consequência, a bandeira vermelha foi acionada, causando interrupção da prova e Chilton foi punido com uma passagem pelos boxes.

Maldonado deixou a prova sentindo dores pelo corpo todo, mas nada que preocupe. “Estou um pouco dolorido pelo golpe, sinto dores nos ombros, pés, mãos, mas não há nada quebrado e nos próximos dias já estarei 100%. O mais importante é que não foi nada grave. Não perdi a consciência em nenhum momento. Lembro de tudo”, respondeu ao TotalRace.

E, pelo que ele lembra, a culpa foi toda do adversário Max Chilton. “Ele atravessou na minha frente e não tive o que fazer. Só tinha a parede. Quando se comete um erro deste em Mônaco, sempre acontece isto. Talvez em outra pista, não. Mas em Mônaco há que se respeitar as linhas dos pilotos. É um circuito perigoso, ainda mais naquele ponto”, julgou.

Após a corrida, Chilton foi conversar com Maldonado e garantiu que não viu o venezuelano, quando se moveu para a direita, deixando o adversário sem espaço. O inglês pediu desculpas, disse também ao TotalRace que aceitava a puniça, mas deu sua versão. “Quando fui entrar na curva, sabia que havia alguém perto de mim, mas achei que ele estivesse atrás e não ao lado. Após a corrida fui vê-lo, fiquei feliz ao saber que ele estave bem. Disse que não foi intencional, pedi desculpas e ele aceitou. O comissários resolveram me punir e aceitei. Agora é seguir em frente”, disse o piloto que apesar do acidente conseguiu completar a corrida e numa ótima 14ª posição.

O piloto da Williams deu mostras que relamente aceitou as desculpas do colega, mas pediu atenão dos comissários em relação casos como este. “Talvez não tenha sido de propósito, talvez ele não tenha visto, mas é um erro e espero que os comissários chamem a atençao, para que não se repita”, concluiu.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Pastor Maldonado , Max Chilton
Tipo de artigo Últimas notícias