Em Monza, FIA confirma dois pontos diferentes de uso do DRS

Reta dos boxes e trecho que compreende as curvas de Lesmo e a chicane Ascari serão os locais onde asa pode ser ativada

Disputas em Monza devem ser mais agitadas que em Spa

A FIA confirmou o uso de duas áreas independentes de ativação da asa móvel no GP da Itália, que acontece no dia 11 de setembro.

Ao contrário do Canadá e Valência, quando as zonas do DRS eram separadas por uma chicane e com um único ponto de detecção, em Monza o formato será diferente.
 
O lendário circuito italiano terá dois pontos para detecção e ativação da asa, cujo uso será permitido na reta principal e na reta que fica entre as curvas de Lesmo e a chicane Ascari.
 
Na pista italiana, as curvas de Lesmo e a Parabólica servirão de referência para a detecção, com a ativação acontecendo alguns metros depois.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Tipo de artigo Últimas notícias