Em oitavo, Bruno lamenta mais uma vez ceder sua Williams no 1º treino

Brasileiro está com dificuldade de achar acerto ideal após ficar fora da primeira sessão. Tráfego também atrapalhou

Bruno Senna terminou o primeiro dia de treinos livres em Suzuka num bom oitavo lugar, oito décimos à frente de seu companheiro Pastor Maldonado, que ficou na 14ª posição. Após a segunda sessão, no entanto, o brasileiro não parecia muito animado. E o motivo foi mais uma vez ter de ceder o carro para o terceiro piloto Valtteri Bottas, na primeira sessão.

“Estamos tendo que correr atrás para diminuir o prejuízo. É difícil perder a primeira, pois o que eu sinto do carro não é igual ao que o Bottas sente, então o acerto estava bem diferente”, comentou o brasileiro, que se queixou também do tráfego durante o segundo treino. “Perdi cerca de 70% das minhas voltas no tráfego. Foi um dia difícil. Ainda bem que consegui dar duas voltas com os pneus macios, deu pra ter uma ideia do acerto, mas minha melhor volta foi boa, nada de excepcional. Precisei acostumar com vários pontos da pista”, analisou.

De acordo com o piloto da Williams, o carro parece ter potencial no Japão, mas ainda precisa melhorar, principalmente em longas distâncias. “Carro tem mais potencial aqui, mas precisamos melhorar bastante para andar na frente. Deu para perceber que, com mais combustível, outros carros estavam andando melhor em voltas seguidas”, comparou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Pilotos Bruno Senna , Valtteri Bottas
Tipo de artigo Últimas notícias