Em segundo plano na McLaren, Magnussen mostra insatisfação: “Tem sido difícil”

Aos 22 anos, piloto dinamarquês explicou frustração por ficar de fora dos planos principais de Ron Dennis, mas projeta volta por cima

Reserva na McLaren, Kevin Magnussen não está contente com sua situação na equipe de Woking. O piloto dinamarquês não tem escondido sua tristeza nos bastidores da Fórmula 1 por não ter sido priorizado pelos dirigentes, que preferiram apostar na experiência de Fernando Alonso e Jenson Button.

[publicidade]A tendência é que Magnussen fique na McLaren pelo menos até dezembro, quando Ron Dennis e seus pares terão que decidir o futuro do jovem.

Aos 22 anos, o dinamarquês admite que está decepcionado por ter sido descartado, mas garante entender a decisão dos chefes da McLaren.

"Foi muito frustrante. Eu queria desesperadamente correr este ano e tem sido difícil. Foram muitos muito tristes depois de saber que eu não teria o carro. Eu estava ansioso para mais um ano e para continuar progredindo", contou.

Mesmo com o baque, Magnussen assegura que está focado em fazer um bom trabalho para voltar a ser titular de um time da Fórmula 1, seja na McLaren ou em outra escuderia.

"Eu só posso dizer que não desisti e estou totalmente focado para voltar à Fórmula 1. Eu só tenho que fazer a escolha certa", disse.

Com a recuperação de Fernando Alonso, o dinamarquês está cotado para assumir o volante do MP4-30 no próximo dia 15, em Melbourne. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias