Em terceiro, Kimi se diz feliz na Lotus, mas deixa futuro em aberto

Finlandês, que faz boa temporada, pode ser um dos alvos da McLaren caso Hamilton realmente saia em 2013

Kimi Raikkonen em Monza

Com a possível saída de Hamilton da McLaren no final da temporada, o nome de Kimi Raikkonen passou a ser especulado no time de Woking. O finlandês garante que está muito feliz na Lotus, mas admite que seu futuro está em aberto. “Tenho um bom relacionamento com o time, é uma equipe que trabalha muito, feita de pessoas que querem ganhar corridas e que não se preocupam com política. E isso é um bom ponto de partida”, afirmou Kimi, que ocupa a terceira posição no campeonato, com 141 pontos, um ponto atrás do próprio Lewis Hamilton.

“Estou muito feliz com o que está acontecendo, gosto de trabalhar com essas pessoas da Lotus, mas nunca sabemos o que pode acontecer no futuro", disse enigmático. O finlandês já pilotou para a McLaren em cinco temporadas, de 2002 a 2006 e conquistou dois vice-campeonatos no período.

Sobre o GP de Cingapura, que ocorre neste domingo, Kimi tem retrospecto de altos e baixos. Por um lado ele detém a melhor marca durante a corrida, conquistada em 2008. Por outro, ele nunca pontuou em dois GPs disputados. “É um circuito desafiador, já que é muito quente e úmido. E é um pouco diferente do resto, pois a corrida é à noite. Além disso, como é um circuito de rua, não podemos cometer erros, já que estamos perto do muro”, comentou.

Apesar da ótima campanha nessa temporada que marca seu retorno, Kimi Raikkonen ainda não venceu em 2012. Mesmo assim, continua com chance de título. “Ganhar é a maneira mais fácil de lutar pelo campeonato, mas infelizmente não temos conseguido vencer este ano. No entanto, ficar próximo do primeiro lugar, pelo nos dá alguma chance”, minimizou o piloto da Lotus. 
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias