Em último ano de contrato, Di Resta foca no GP da Austrália

Escocês diz que não se preocupa em assegurar um lugar para 2014 agora e mantém interrogação quanto à performance

Batido pelos companheiros de equipe nos dois últimos anos apesar de começar melhor os campeonatos, Paul Di Resta chega ao último ano de contrato com a Force India e se vê em uma temporada crucial para se manter na F-1.

O campeão da DTM em 2010, no entanto, não vê 2013 com nervosismo. “Prefiro pensar no fim de semana que tenho do que no ano que vem por enquanto”, falou hoje ao TotalRace na Austrália.

“Em começo de temporada não gosto de falar em contratos. Estou, como todos os pilotos, tentando construir uma reputação na F-1 para, mais do que tudo, me assegurar o maior tempo possível aqui.”

“Queremos ser os mais rápidos na classificação, mas temos as equipes grandes, com maior orçamento. Agora estamos confortáveis, amanhã à tarde, depois dos treinos, talvez tenhamos uma opinião diferente”, falou quando questionado sobre onde estará a Force India no grid de 2013.

“Não dá para dizer onde estamos, mas este fim de semana é a chave para essas primeiras corridas. E, igualmente, estamos focados para a temporada europeia em termos do que precisamos para melhorar o carro.”

“Será interessante pelos pneus, acho que todos estão com um pouco de medo do que podemos fazer e o como faremos para fazer os pneus resistirem mais do que devem.”

Finalizando, Di Resta contou que não há distinção dentro da Force India, e que Sutil terá as mesmas condições dentro do time.

“Não há primeiro piloto ou segundo piloto, somos todos iguais. Ele [Sutil] tem alguns anos a mais de experiência. Logicamente gostaria de ficar à frente como sempre quis com um companheiro de equipe.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Paul di Resta
Tipo de artigo Últimas notícias