Empresário de Heidfeld crê que piloto retornará em Cingapura

Competidor alemão e agente acreditam na decisão da justiça e no fato de terem um contrato válido com a Renault para voltar

Nick Heidfeld: esperando por uma decisão da justiça

Em um comunicado emitido nesta sexta-feira, o empresário de Nick Heidfeld, Andre Theuerzeit, afirmou ter esperanças de que seu cliente possa retornar ao cockpit do carro da Renault em Cingapura.

O alemão foi preterido dentro do time por conta dos resultados pouco satisfatórios e o brasileiro Bruno Senna foi o escolhido para competir até o fim da temporada. No entanto, Heidfeld entrou na justiça para reaver a posição.
 
"Estou desapontado em ver que a equipe permitiu outro piloto tomar o cockpit de Nick para os próximos finais de semana. Contudo, estou confiante em que conseguiremos executar uma solução justa para Nick nos procedimentos seguintes", comenta Theuerzeit.
 
"Todos nós esperamos que Nick retorne ao cockpit em Cingapura", resume o agente, completado pelo representante legal de Heidfeld, Dr. Stefan Seitz: "A decisão da justiça não infringe o fato de que Nick tem um contrato válido para ser um dos dois pilotos principais da equipe."
 
O piloto, por sua vez, só lamenta: "Fiquei surpreso com a intenção da equipe em me substituir e me arrependo em ver que as coisas se desenrolaram desta maneira. Quero apenas estar no cockpit e conquistar o melhor resultado para a equipe e para mim. Ainda tenho um contrato e quero pilotar."
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias