Engenheiro acredita que Petrov daria trabalho a Kubica

Alan Permane reconhece que evolução do russo em sua segunda temporada na F-1 surpreendeu a Renault

Petrov é o nono colocado no Mundial de Pilotos

De acordo com o engenheiro chefe da Renault, Alan Permane, o russo Vitaly Petrov estaria muito mais próximo do ritmo de Robert Kubica caso o polonês estivesse disputando a atual temporada da F-1.

O engenheiro reconheceu que a distância de performance entre os companheiros de equipe ficou muito elevada no ano passado, em que Petrov fazia sua temporada de estréia. A diferença média em classificações, por exemplo, ficou em 0s750 e o russo marcou apenas 16,5% dos pontos da equipe no ano.

“Robert estava na frente na maior parte do tempo, mas ele [Petrov] fez uma grande corrida em Abu Dhabi no final do ano.”

Mesmo assim, a evolução do russo surpreendeu a equipe.

“Encontramos um novo Vitaly quando chegamos a Melbourne. Ele estava muito focado e não cometeu nenhum erro por todo o final de semana.”

Essa evolução de Petrov leva Permane a crer que a dinâmica entre os companheiros seria diferente caso Kubica estivesse no cockpit.

“Ano passado, Robert era muito mais rápido que ele e Vitaly não conseguia fazer nada a respeito. Kubica ainda seria o mais rápido dos dois nesta temporada, mas não com tamanha diferença.”

Em 2011, Petrov está a dois pontos do companheiro Nick Heidfeld e vem superando o alemão nas classificações.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias