Enquanto Alonso é terceiro, Raikkonen tem dia cheio de problemas

A Ferrari teve um primeiro dia de treinos livres em Spa-Francorchamps recheado de altos e baixos

Do céu ao inferno. Assim pode ser resumido o primeiro dia de treinos livres para o GP da Bélgica dentro da Ferrari. Por um lado, Fernando Alonso andou entre os primeiros o tempo todo e fechou o dia em terceiro, enquanto Kimi Raikkonen, piloto em atividade com o maior número de vitórias em Spa-Francorchamps, foi apenas o 15º colocado após enfrentar problemas técnicos.

[publicidade] “Comparado com outros finais de semana, a história é um pouco diferente aqui, porque Spa é um circuito de alta velocidade e, depois de um mês longe das pistas, voltar em uma pista fantástica como essa é um verdadeiro prazer”, destacou Alonso. “Nesta pista e em Monza, a performance do motor conta muito. Sabemos que não existe solução mágica, mas iremos tentar otimizar tudo. O carro se comportou como esperávamos em nossas simulações e isso é definitivamente positivo.”

O dia de Raikkonen, por outro lado, foi recheado de contratempos. “Foi um dia difícil, complicado por uma série de problemas que nos custaram tempo de pista valioso. De manhã, eu tive um problema de freios, mas depois que isso foi resolvido, conseguimos fazer o programa que tínhamos previsto. As novas peças que trouxemos parecem estar funcionando, mas precisamos estudar os dados. Na parte da tarde, um problema elétrico complicou nosso trabalho e impediu que fizéssemos a simulação de corrida.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias