Equipes da F-1 ainda trabalham em clima de segredo em Melbourne

Como nos testes de pré-temporada, barreiras afastam olhares curiosos nos boxes dos times de ponta da categoria

Ninguém está vendo, mas o RB7 está sendo montado atrás destes tapumes

Às vésperas da abertura da temporada, o clima nos boxes de Melbourne ainda é o mesmo dos testes de preparação: de absoluto mistério. Na quarta-feira, em frente a cada garagem, barreiras móveis impediam a visão do que acontecia lá dentro. Só ficou claro que os mecânicos trabalhavam freneticamente na montagem dos carros.

Em um ano que traz tantas mudanças no regulamento, todos buscam manter seus segredos ao máximo. O quadro fica ainda mais compreensível pela quantidade de novidades que algumas equipes estão introduzindo pela primeira vez em seus carros aqui na Austrália.

Apenas quatro times trabalharam com os boxes “escancarados” para os curiosos: Force Índia, Sauber, Lotus e Virgin. Nenhuma equipe de ponta, portanto. Curiosamente, a maneira aberta de trabalhar parecia refletir no semblante relaxado de seus mecânicos. Os de Ferrari, Red Bull e afins ficavam visivelmente tensos com a presença de curiosos.

No caso da equipe Hispânia, os boxes estavam até mesmo com as portas fechadas. Por uma fresta, deu para ver o motivo: enquanto todos os times estão com os carros praticamente montados, o novo F111 tinha apenas o monocoque sobre os cavaletes. Nada ainda de motor ou câmbio acoplados no carro.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Tipo de artigo Últimas notícias