Equipes usam até 'telegrama virtual" para responder chefão da F-1

Depois de Ecclestone defender que categoria não precisa de audiência jovem, times usam mídias sociais para reagir

As declarações do promotor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, dando conta de que a categoria não precisa cultivar fãs mais jovens porque eles não têm condições financeiras de consumir os produtos anunciados nas corridas causou reações nas mídias sociais das equipes.

[publicidade] Célebre pelas brincadeiras nas mídias sociais, a Lotus teve a ideia mais original: postou um telegrama timbrado pela Western Union, famosa por esse tipo de serviço há mais de 150 anos, com uma mensagem endereçada ao britânico: “Querido Bernie, na verdade o twitter é bem legal. Nos vemos em Abu Dhabi.”

A Ferrari foi outra que reagiu: “A nova geração de torcedores da Ferrari está chegando!”, publicou a equipe, junto da foto de um bebê a bordo de uma réplica de brinquedo de um carro da Scuderia. Os italianos foram alvo em particular das críticas de Ecclestone, que disse que “não estão vencendo muito e sua popularidade despencou”.

Quem também usou a imagem de uma criança para responder a Ecclestone foi a McLaren, que postou a foto de um menino vestido com o macacão da equipe. “No caso de vocês estarem imaginando... amamos as mídias sociais e também nossos fãs jovens.”

A campeã entre as equipes desta temporada, a Mercedes, também se manifestou, citando que as altas porcentagens (85%) de pessoas abaixo de 34 anos das mídias sociais envolvidas com o automobilismo. “Achamos que vocês arrasam”, twittou o time.



Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias