Escaldado, Nico diz que só pensou na vitória após primeiro pit

Piloto da Mercedes já estava se acostumando a ir bem no treino e mal na corrida. Dessa vez pneus aguentaram

Nas últimas duas provas, Rosberg havia conseguido fazer a pole, mas, devido ao forte desgaste dos pneus no carro da Mercedes, tinha ficado distante do pódio. Por isso, mesmo com a pole de ontem, a terceira consecutiva, havia sérias dúvidas sobre seu favorismo, mesmo numa pista tão difícil de se ultrapassar quanto Mônaco.

“Por isso mesmo eu estava muito cuidadoso em relação a pensar na vitória. A gente estava habituado já a ir bem no treino e mal na corrida. Só fiquei mais seguro da vitória, após a primeira parada, quando consegui manter a ponta. Mas ainda precisávamos fazer 40 voltas com o mesmo jogo de pneus”, disse Rosberg, em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

O piloto revelou que sua maior dificuldade foi se manter na ponta na largada e depois de concentrar com todas as paradas durante a prova. “Na largada não foi fácil, sai mal e recebi muita pressão do Vettel por trás e do Hamilton pelo lado, só após a freada na primeira curva é que consegui controlar a corrida. Depois foram muitas paradas e relargadas, e é difícil manter a concentração”, comentou.

A vitória de Nico, a segunda dele na carreira, aconteceu exatos 30 anos depois de seu pai vencer no Principado, mas o piloto disse que não há nenhum sentimento especial por isso. “Não por isso. Há um sentimento especial pela vitória, por ganhar no local onde moro, mas não fico pensando ‘há 30 anos meu pai venceu aqui’. Fiquei muito feliz também pela melhora do carro em relação ao consumo dos pneus e agora é celebrar bastante”, declarou o vencedor.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias