Ex-piloto afirma: Schumacher está paralisado e com sequelas na memória

Philippe Streiff voltou a comentar sobre o estado de saúde do piloto; assessoria não se pronunciou sobre o assunto

Schumacher segue em recuperação após o acidente nos Alpes
O mistério sobre o real estado de saúde de Michael Schumacher aumenta a cada semana sem notícias. Neste período, algumas pessoas tentam mostrar um lado que a família do ex-piloto procura esconder. Nesta quarta-feira foi Philippe Streiff, também antigo competidor de automobilismo a dar a sua versão sobre o atual estágio da recuperação do heptacampeão.

[publicidade]Em entrevista à rádio ‘Europe 1’, Streiff, pela segunda vez desde o acidente ocorrido com Schumacher, em 29 de dezembro do ano passado, tratou de expor o estado do antigo piloto de Fórmula 1.

“Schumacher está melhor, mas isso é relativo. Ele não fala. Ele está paralisado e em uma cadeira de rodas. Ele tem problemas de memória e de fala”, garantiu o francês.

Streiff, segundo o próprio, visitara Schumacher ainda em Grenoble, primeiro local no qual o alemão ficou internado após o acidente sofrido enquanto esquiava nos Alpes.

Naquela ocasião, Streiff, ao contrário do adotado pela família de Schumacher, afirmou que o alemão terá grandes chances de ficar paralítico e sofrer com dificuldades para se comunicar.

Schumacher, atualmente, se encontra em casa, na Alemanha, onde segue o procedimento de recuperação. Tanto a família quanto as pessoas mais próximas do ex-piloto permanecem calados enquanto ao estado de saúde atual do heptacampeão de Fórmula 1.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias