Ex-piloto de Fórmula 1 detona FIA: 'É lamentável acusar o Bianchi'

Patrick Tambay criticou o relatório divulgado pela entidade sobre o acidente sofrido pelo francês no GP de Suzuka

Jules Bianchi 'não reduziu o suficiente', segundo a FIA
A divulgação do relatório sobre as causas do acidente de Jules Bianchi revoltou membros do automobilismo mundial. Um dos mais questionadores ao resultado, o qual ‘culpou’ o francês pela colisão – por conta da velocidade -, foi Patrick Tambay, ex-piloto de Fórmula 1. Nesta sexta-feira, o ex-competidor defendeu o compatriota.
 
[publicidade]Em entrevista à ‘RMC Sport’, o francês atacou o veredicto exposto pela FIA, o qual acusa Bianchi de não diminuir a velocidade ao ponto de evitar o erro que culminou na batida – a colisão com o trator, responsável por tirar o carro de Adrian Sutil da área de escape, causou uma lesão axonal difusa no representante da Marussia.
 
“É lamentável este relatório acusar o piloto, é um julgamento para exonerar responsabilidades, mas penso que é demasiado duro culpar o piloto”, comentou o ex-piloto de Ferrari, McLaren e Renault.
 
A decisão da FIA dividiu opiniões. Se Tambay atacou o veredicto, Alexander Wurz, que foi um dos membros do grupo responsável por chegar a esta conclusão, a postura final se mostrou ‘completa e abrangente’.
 
“Estou agradado pela forma que concluímos. Estamos trabalhando para assegurar que essa decisão seja implementada”, disse Wurz, já citando algumas decisões a serem tomadas pela FIA, como a mudança na regra da bandeira amarela e em relação à duração máxima das provas (4h).
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias