F-1 segue com planos de ter motores de 1000cv e pneus mais largos

Após estudos iniciais, equipes agora avaliarão os custos de introduzir mudanças para tornar categoria mais atrativa

Após receberem a aprovação do Grupo de Estratégia, as equipes da Fórmula 1 seguem trabalhando em mudanças para o regulamento dos motores da temporada de 2017 a fim de que eles cheguem a 1000cv de potência, enquanto uma alteração nos pneus pode ser feita já no ano que vem.

[publicidade] A ideia de ambas as iniciativas é tornar a categoria mais atrativa para os fãs, com aumento da potência e da aderência mecânica, tornando as disputas mais intensas.

Na questão do motor, os 1000cv – entre 100 e 150 a mais do que se tem hoje – seriam obtidos com um relaxamento no limite de fluxo de combustível, uma das grandes conquistas do atual regulamento, que diminuiu em mais de 30% o consumo dos carros com a introdução de motores V6 híbridos turbo.

Em relação aos pneus, um possível aumento de sua largura faria, de acordo com os estudos preliminares, com que os carros tivessem mais aderência sem precisar mexer nas regras aerodinâmicas e também teriam um visual mais bonito.

Na próxima fase, serão avaliados os custos de tais mudanças. A próxima reunião da Comissão de F-1, que define as regras, será dia 18 de fevereiro. Modificações nas regras de 2016 não precisam de unanimidade se forem definidas até 1º de março, sendo necessária apenas a aprovação por maioria simples.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias