Felipe Nasr será piloto da Sauber em 2015

'TV Globo' confirma o acerto entre o brasileiro, vice-líder da GP2, com a escuderia para a próxima temporada

Nasr defenderá a Sauber ao lado de Marcus Ericsson em 2015
O automobilismo brasileiro terá mais um representante na Fórmula 1. Nesta quarta-feira, dia no qual as equipes iniciaram a preparação para o Grande Prêmio do Brasil, Felipe Nasr tratou de anunciar o acerto com a Sauber para a próxima temporada.
 
[publicidade]De acordo com a ‘TV Globo’, Nasr, que atuou como piloto de testes da Williams, de Felipe Massa, neste ano, ocupará uma das vagas de titular no time comandado por Monisha Kaltenborn. O segundo brasileiro confirmado no grid da F1 para 2015 terá como companheiro o sueco Marcus Ericsson, que acertou na última semana com o time.
 
“Estarei oficialmente participando da F1 com a equipe Sauber, é um sonho que acaba de se realizar. Se olhar o Felipe Massa, o Kimi Raikkonen também entraram na Fórmula 1 pela Sauber e tiveram a oportunidade de crescer”, disse o brasileiro, que acertou por duas temporadas com a equipe.
 
Neste ano, a Sauber contou com o alemão Adrian Sutil e o mexicano Esteban Gutierrez como titulares; e o desempenho da escuderia passou longe do esperado. Com somente duas corridas para encerrar o calendário, a equipe não somou sequer um ponto. 

Agora 'promovido'. Felipe Nasr será o 31º brasileiro a guiar como titular de uma equipe da categoria máxima do automobilismo mundial. Aos 22 anos, o piloto nascido em Brasília terá a companhia do 'xará' Felipe Massa, assegurado ao lado de Valtteri Bottas para mais um ano na Williams.

O acerto com a Sauber significa a conclusão de um trabalho de desenvolvimento a longo prazo. Felipe Nasr conheceu o automobilismo ainda aos sete anos, quando começou a pilotar no kart, em Brasília. O talento consagrou o brasiliense a um nível nacional com o tricampeonato da categoria - 2004, 2006 e 2007.

Os resultados chamaram a atenção, e Nasr ingressou na Fórmula BMW das Américas em 2008, quando recebeu a chance de participar de duas corridas - subiu ao pódio em Interlagos. No ano seguinte veio a consagração na F-BMW, com o título na Europa, fruto de 14 pódios e cinco vitórias durante a disputa no Velho Continente.

Em 2010, Nasr subiu 'mais um degrau' rumo ao sonho da Fórmula 1 ao participar da Fórmula 3 britânica. Depois de um ano de 'reconhecimento' da categoria, o brasiliense se consagrou campeão com a Carlin em 2011, com 15 pódios e sete vitórias. 

O título da Fórmula 3 significou mais um passo dado na carreira internacional. Nasr seria colocado à prova na GP2, considerada atualmente a categoria de 'acesso' ao mundo da F1. No primeiro ano, o brasileiro terminou a temporada em 10º. O rendimento subiu em 2013, quando finalizou a temporada na quarta colocação.

O bom desempenho chamou a atenção da Williams, que promoveu Nasr ao cargo de piloto de testes para esta temporada. O brasiliense, vice-líder na atual temporada da GP2 - resta apenas uma etapa, em Abu Dhabi -, mostrou um bom desempenho na equipe de Felipe Massa e chamou a atenção da Sauber, que tratou de assegurar a contratação do brasiliense para 2015.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias