Feliz por pole do amigo Massa, Barrichello diz: “Ele tem que confiar nele mesmo”

Ex-piloto e atual comentarista afirma a dificuldade de se correr pela Ferrari pelo fator extra-pista e parabeniza Felipe

A pole position de Felipe Massa neste sábado no circuito de Spielberg na Áustria é a primeira para um piloto brasileiro desde o GP do Brasil de 2009, quando Rubens Barrichello levou Interlagos literalmente à loucura após um volta fantástica no Q3, naquela que seria também a última pole da equipe Brawn GP.

O mesmo Barrichello estava hoje na Áustria para comentar o treino classificatório pela TV Globo, quando seu amigo Massa marcou a 16º pole de sua carreira. Após o treino, o TotalRace falou com o recordista de participações na F-1 sobre o feito de Massa e da Williams.

“Estou feliz por estar presente quando acaba este tabu que foi presente por tanto tempo”, iniciou. “E a verdade é que foi uma pole ainda mais especial porque ninguém esperava, já que temos um ano em que a Mercedes domina bastante. Essa melhora da Williams foi excepcional.”

“Depois de tanto tempo sem estar na frente, o Felipe teve de acreditar nele mesmo. Se sentir querido pelos mecânicos, pela equipe nova,  foi uma coisa muito positiva para ele para poder trabalhar mentalmente melhor. Sempre vai ter gente querendo ser negativa. Ele tem que confiar nele mesmo.“

“Todo mundo estava achando que a chance da Williams aqui era com o Bottas e ele correu por fora e fez muito bem. Isso mostra uma evolução da parte dele.”

Questionado se a falta da pressão presente na Ferrari ajudou Massa, Barrichello considerou que a pressão vem com muitos benefícios no time de Maranello.

“Correr na Ferrari é uma experiência única. Se pudesse voltar toda a minha carreira e escolher se entraria ou não na Ferrari, eu entraria. A pressão vem junto de um grande carro, uma grande equipe, uma grande logística, grande túnel de vento. São uma série de coisas que somam mais do que a própria pressão.”

“A única coisa que ali era um pouco difícil era o que você podia ou não dizer. A reunião de quinta-feira, pelo menos na minha época, era sobre o que você podia ou não falar. Esse é o tipo de coisa que não existe em time pequeno e te deixa muito mais tranquilo.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias