Ferrari admite dificuldade com porca de roda nova

Equipe afirma que tipo de peça utilizado ainda é novo, mas funcionou perfeitamente na corrida da Grã-Bretanha

Parada final de Massa em Nurburgring

Dias atrás, Luca di Montezemolo exaltava o trabalho feito pela Ferrari nos pitstops. No entanto, os elogios de nada adiantaram com a falha cometida com Felipe Massa na última volta do GP da Alemanha de F-1.

A desatenção com uma porca fez com que o brasileiro perdesse a quarta posição para a Red Bull de Sebastian Vettel, posto obtido, curiosamente, por conta de uma boa parada para troca de pneus. 
 
Este tipo específico de porca foi introduzido no GP da Grã-Bretanha e funcionou perfeitamente, mas o brasileiro voltou a ter problemas em Nürburgring, o que faz o chefe de operações da Ferrari na pista, Diogo Ioverno, se justificar.
 
"Desde o começo do ano, estamos enfrentando diversos problemas com pitstops, que estão sendo fixados passo a passo, sabendo que com tantas paradas, tudo pode acontecer. De fato, estamos vendo diversas equipes enfrentarem dificuldades nesta área", afirma.
 
"Nossos problemas giram em torno do carro em si e das ferramentas que usamos, principalmente as porcas, com as quais tivemos diversos problemas. Silverstone foi a primeira prova na qual usamos uma especificação completamente diferente, que se mostrou interessante, pois nossas paradas foram as mais rápidas da corrida", continua Ioverno.
 
"Mas, na Alemanha, estavamos com esta nova porca, que funciona melhor, mas o sistema ainda não é perfeito. Assim, perdemos a conexão entre a porca e a pistola na última parada de Felipe, o que nos custou um segundo e meio. Então, teremos mais trabalho para aperfeiçoar isso", completa.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias