Ferrari adota pacote mais agressivo no último teste

Até agora na pré-temporada, a equipe italiana vinha focando em dar quilometragem para o novo carro

A Ferrari planeja um desenvolvimento mais agressivo na última bateria de testes, desta quinta-feira até domingo, no Bahrein. Até agora, o time italiano focou em dar quilometragem ao novo carro e adotou uma configuração mais conservadora. Agora, testará um pacote aerodinâmico mais completo.

Falando sobre o teste da semana passada, o diretor de engenharia Pat Fry reconheceu que o F14 T tinha poucas novidades. “Temos algumas novidades que estamos testando para checar a correlação [entre os dados de pista e de túnel de vento], mas não chamaria de upgrades. Os principais upgrades virão no último teste.”

Fry admitiu, contudo, que a Ferrari não tem andado tanto quanto gostaria, especialmente com Kimi Raikkonen, que teve problemas com a telemetria do carro no último teste e andou pouco. “Temos que correr atrás. Sempre tentamos andar o máximo possível e é claro que atrapalha quando não conseguimos. Seria bom fazer 100 voltas por dia, mas estamos fazendo menos.”

Nos quatro dias de testes na semana passada, a Ferrari foi a quarta equipe que mais andou, com 287 voltas, atrás de Mercedes, McLaren e Williams.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias