Ferrari aplaude Massa por ajudar Alonso nos Estados Unidos

Equipe deixa claro que punição por quebra de lacre do câmbio só ocorreu para aumentar as chances do espanhol

Após fazer com que Felipe Massa sacrificasse sua sexta colocação conquistada na classificação para ajudar o companheiro Fernando Alonso na luta pelo título, a Ferrari aplaudiu a postura do piloto brasileiro. Mesmo admitindo estar contrariado com a atitude, Massa concordou em sofrer uma punição de cinco posições no grid e largar em 11º para que Alonso evitasse partir do lado sujo do grid. A punição ocorreu pois a equipe quebrou o lacre do câmbio do carro do brasileiro, mesmo que não houvesse nenhum problema com a peça.

"Felipe compreendeu totalmente as razões por trás dessa decisão. Portanto, está mais uma vez provando sua total dedicação à equipe, algo por que gostaríamos de manifestar publicamente a nossa gratidão", informou a Ferrari em comunicado emitido antes mesmo do final da prova.

Na corrida, Massa se recuperou, chegando em quarto, uma posição atrás de Alonso. A questão de largar do lado sujo era especialmente importante em Austin pois, por ser uma pista nova, não havia muito emborrachamento fora do traçado, de onde partiram os pilotos posicionados nos lugares pares do grid.

"Foi uma questão estratégica, com o objetivo de maximizar o potencial de início do Alonso levando em conta que ele ainda tem chance de ganhar o campeonato”, reconheceu a Scuderia. “Percebemos que largar do lado sujo da pista seria prejudicial: haveria um risco significativo de ficar muito longe dos líderes no final da primeira volta", argumentou a equipe.

"Os dois pilotos concordaram com a decisão. Sempre mantivemos os interesses da equipe acima dos individuais e essa sempre foi a nossa transparente política", finalizou a nota.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pilotos Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias