Ferrari causa polêmica com homenagem à Marinha e clima pesa na coletiva

Domenicali não quis responder a perguntas sobre bandeira da marinha no carro e jornalistas ingleses discutiram com assessor

Bandeira da Marinha Italiana no carro da Ferrari

Causou polêmica a atitude da Ferrari em colocar uma bandeira da Marinha Italiana em seu carro para participar do GP da Índia neste final de semana. O gesto do time foi em alusão a dois marinheiros italianos que estão presos no país asiático desde o início do ano. Salvatore Girone e Latorre Massimiliano assassinaram dois pescadores indianos, após confundi-los com piratas.

Na opinião dos indianos, inclusive com nota oficial, a atitude da equipe italiana extrapolou os limites esportivos, entrando em uma delicada questão diplomática. Nesta sexta-feira, questionado por jornalistas ingleses sobre a situação, o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, não quis comentar o assunto e após a coletiva houve forte bate-boca entre os jornalistas ingleses e o assessor de imprensa da Scuderia.

“Não quero me envolver nisto”, disse Domenicali durante a entrevista. “Foi apenas uma forma de darmos um sinal de atenção à nossa marinha. Para ser honesto, não tivemos motivação política. Não foi nossa intenção”, desconversou Domenicali.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Tipo de artigo Últimas notícias