Ferrari demite Mattiacci e troca de comando pela segunda vez no ano

Substituto de Domenicali durou pouco mais de sete meses no cargo e será substituído por executivo da Malboro

Um dia após o final da temporada da Fórmula 1, a Ferrari confirmou a saída do chefe da equipe, Marco Mattiacci após pouco mais de sete meses no cargo. O italiano será substituído por Maurizio Arrivabene.

[publicidade] O novo chefe estava na Philio Morris desde 1997 e tem sua formação em marketing. Em 2007, assumiu o cargo de Vice Presidente de Comunicações Globais e Promoções da Malboro e, em 2011, tornou-se Vice Presidente de Estratégia de Canal de Consumidor e Marketing de Eventos, além de também ter ligações com o clube de futebol Juventus.

A associação entre a Malboro e a Ferrari é antiga e o patrocínio milionário persiste mesmo com as amplas restrições à propaganda de tabaco pelo mundo.

“Decidimos indicar Arrivabene porque, neste momento histórico para a Scuderia e a Fórmula 1, precisamos de uma pessoa com a compreensão não apenas da Ferrari, como também dos mecanismos e requerimentos do esporte”, explicou o presidente da empresa, Sergio Marchionne.

“Maurizio tem muito conhecimento: ele tem estado muito próximo da Scuderia há anos e, como membro da Comissão de F-1, também conhece os desafios que estamos enfrentando. Sua experiência em administração em um mercado tão regulado também é de muita importância e vai ajudá-lo a cuidar do time e motivá-lo.”

É a segunda mudança no comando da Ferrari neste ano. Em abril, Mattiacci, um administrador sem experiência anterior na Fórmula 1, que cuidava da divisão de carros de rua nos Estados Unidos, assumiu o lugar de Stefano Domenicali.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias