Ferrari testa motor de 2014 e explica dificuldades com projeto

Regulamentação que entra em vigor em 2014 vai revolucionar tecnologia utilizada na F-1 em relação aos propulsores

O chefe de motores e eletrônica da Ferrari, Luca Marmorini

A Ferrari revelou que a primeira unidade de seu motor para 2014 está sendo testada no dinamômetro na fábrica em Maranello. A Renault já havia anunciado que iniciara os testes com seu propulsor V6 turbo, que vai substituir os atuais V8 aspirados na F-1.

Segundo o chefe de motores e eletrônica da Ferrari, Luca Marmorini, o trabalho no novo motor não tem sido fácil.

“É um período muito desafiador para o pessoal do conjunto motor e transmissão. Estamos trabalhando na transmissão de 2012 e o resto da temporada é muito importante, mas ninguém menciona que também temos de trabalhar no motor de 2013 com uma nova instalação, o que também dá muito trabalho”, afirmou ao site oficial da Ferrari.

“Ao mesmo tempo, temos o V6, cuja primeira unidade está rodando no dinamômetro. É um projeto interessante.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias