FIA divulga mensagem de condolências a fiscal morto no Canadá

Presidente da entidade, Jean Todt se diz “profundamente triste” e revela nome da vítima: Mark Robinson

Esteban Gutiérrez sai do carro após bater e fiscais começam o trabalho de retirada da Sauber

A FIA divulgou uma nota no fim desta tarde lamentando mais uma vez o ocorrido durante o GP do Canadá. Desta vez, Jean Todt se pronunciou por meio de comunicado e revelou pela primeira vez o nome do fiscal voluntário de 38 anos que faleceu ontem no circuito Gilles Villeneuve, Mark Robinson.

“Gostaria de  dividir minha profunda tristeza e de toda a comunidade da FIA após a trágica morte de Mark Robinson, que trabalhava como comissário voluntário no GP do Canadá”, falou Todt.

Robinson trabalhava na remoção do carro de Esteban Gutiérrez quando deixou seu rádio cair no chão. Tentando pegá-lo, tropeçou e foi atropelado pela grua que levava a Sauber de volta aos boxes.

“Meus pensamentos e os dos membros da FIA, estão com a família e os amigos de Mark. Todos nós desejamos estender nossas sinceras condolências, bem como o nosso apoio, nesta mais trágica das circunstâncias.”, prosseguiu.

“Em voluntariado para ser um comissário, Mark fez a escolha para dar o seu tempo, seu conhecimento e paixão ao serviço do esporte a motor. Em todo o mundo, são os homens e mulheres como Mark, que possibilitam a organização de eventos desportivos motorizados. Sem esses milhares de voluntários que dão tudo de si abnegadamente, desporto automóvel simplesmente não sair da linha de partida.”

“Eu e a FIA queremos compartilhar com cada um a dor resultante da morte de Mark, uma dor que nos une a todos hoje”, finalizou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Tipo de artigo Últimas notícias