FIA promete motores mais barulhentos na Fórmula 1 em 2016

Alvo de críticas dos fãs desde o ano passado, FIA tentará utilizar novo escapamento para aumentar volume dos carros

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta quarta-feira mudanças na parte técnica do regulamento da Fórmula 1 para o ano de 2016. A que chama mais atenção é uma alteração no sistema de exaustão dos carros, tendo como finalidade fazê-los mais barulhentos do que os atuais.

A falta de volume nos sons da unidade de potência tem sido a principal reclamação dos fãs da nova era turbo-híbrida da Fórmula 1.

"Para 2016, todos os carros deverão ter um escape de alívio separado por meio do qual todos os gases de escape deverão passar", disse a FIA.

"Esta medida será tomada para aumentar o barulho dos carros e não terá qualquer efeito significativo sobre a energia ou as emissões de gases."

Também foram aprovadas outras alterações nos regulamentos. As penalizações por trocas de unidade de potência e câmbio agora serão aplicadas com base no tempo de utilização.

"Para as alterações feitas após a classificação, será dada a preferência ao piloto cuja equipe informar primeiro o delegado técnico que a mudança irá ocorrer". Esta preferência pode valer prioridade no posicionamento no grid.

Pilotos que abortarem a largada serão obrigados a iniciar a corrida do pit lane, independentemente se conseguirem ou não largar depois de suas posições originais no grid.

"Para 2017, câmeras onboard nas hastes dos bicos dos carros serão proibidas", acrescentou a FIA.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias