FIA vai estudar se é viável uma possível categoria totalmente feminina

Com muitas pilotos sem oportunidades na Fórmula 1, uma categoria totalmente feminina seria uma opção

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) vai analisar se uma categoria com apenas pilotos do sexo feminino seja criada. Michele Mouton, ex-piloto de rally e atual presidente da comissão da FIA para mulheres disse que a entidade está disposta a pensar na ideia, já que muitas mulheres pilotos não tem a chance de chegar na Fórmula1.

[publicidade]Mesmo sendo favorável a ideia que homens e mulheres compitam na mesma categoria e em igualdade de condições, Mouton diz que a ideia tem que ser analisada com seriedade.

“A ideia de uma competição só de mulheres não é algo que iria ser descartada sem debate adequado. De minha própria experiência como uma piloto, eu realmente acredito que as mulheres querem competir em pé de igualdade com os homens. Elas provaram ao longo das décadas que é possível, mesmo que apenas alguma”, disse ela à agência de notícias Associated Press.

A ex-piloto também diz que o automobilismo é um dos três esportes em que as regras são iguais tanto para os homens quanto para as mulheres, ao lado da equitação e da vela: “Este equitativas fornece um indicador real do desempenho e ajuda atletas para ser o melhor em do mundo, independentemente do sexo. Temos de continuar a promover o fato de que o automobilismo é aberto a todos, com as mesmas perspectivas e potencial para ter sucesso", comenta.

Após Susie Wolff e Carmen Jordá serem contratadas para equipes como Williams e Lotus respectivamente, a discussão se mulheres teriam sucesso na Fórmula 1, voltou a tona e Michele também comentou sobre isso: “Eu acho que a sociedade mudou muito nas últimas décadas. Você vê mulheres em melhores empregos, conseguindo ter uma carreira de sua própria nas áreas que foram consideradas do sexo masculino por um longo tempo”, exalta.

“Hoje em dia você vê as mulheres competindo em seus próprios campeonatos na maioria dos esportes: futebol, tênis, esqui e em nenhum destes campeonatos são homens e mulheres que competem uns contra os outros Então a questão é: Por que não ter um mundo F1 campeonato para as mulheres?” Questiona.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias