"Foi difícil voltar à pista depois do acidente", revela Vettel

Pilotos relembram como lidaram com falta de informações após acidente de Massa há cinco anos

Não demorou muito para os pilotos voltarem à pista depois do acidente de Felipe Massa naquele 25 de agosto de 2009. Afinal, a batida foi no final do Q2, e era necessário terminar o treino classificatório.

[publicidade]Fazendo sua primeira temporada na Red Bull na época, Sebastian Vettel contou ao TotalRace que esta não foi uma situação fácil para os pilotos, pois não havia muitas informações sobre o estado de saúde do piloto brasileiro, retirado pela ambulância de seu carro.

ESPECIAL HUNGRIA 2009:

"Quando você sofre uma concussão, é difícil voltar", admite Hamilton


“Foi difícil para nós estar na pista sabendo o que tinha acontecido com ele. É sempre um choque – quando você vê um carro batendo é uma coisa, mas quando o piloto não sai sozinho, é sempre muito ruim. Felizmente, tivemos a mensagem bem rapidamente que ele estava bem, mas ninguém sabia o quão séria era a situação. Olhando para trás, ele foi incrivelmente sortudo.”

Jenson Button, por sua vez, lembra de não ter se preocupado tanto. “É muito diferente de Imola, por exemplo [em 1994, quando Roland Ratzemberger e Ayrton Senna morreram durante o final de semana]. Sabíamos que ele estava machucado mas, pelo menos pelo que eu sabia no momento, não era sério – só soubemos que era mais sério no dia seguinte. Então não foi estranho colocar o capacete e correr de novo. Aquele acidente foi um em um milhão, mas nos fez perceber que tínhamos de melhorar a segurança dos capacetes e isso é algo em que trabalhamos desde então.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias