Fora dos pontos, Button avalia desempenho na prova: "foi um bom dia hoje"

Único carro fora dos pontos, McLaren fala em aprendizado para deselvolver melhor o carro

Com todos os problemas que a McLaren enfrentou durante a pré-temporada um 11º e último lugar na prova não é de todo ruim, avalia a equipe. Com os novos propulsores japoneses em seu carro, equipe espera evolução ao decorrer das etapas.

[publicidade]O piloto Jenson Button que já teve anos de glória na equipe inglesa amargou apenas a 11ª e última colocação na prova. Segundo ele, com todos os problemas que a equipe enfrentou, completar o Grande Prêmio da Austrália foi uma pequena vitória: “Foi também uma boa oportunidade para eu me acostumar com o carro e para brincar com ele, fazendo ajustes no cockpit. Há muito trabalho ainda necessário na dirigibilidade downforce e acerto. Mas nós podemos fazer grandes avanços. Há mais pontos positivos: estamos tão rápido quanto os carros da Force India nas curvas, e nós nos aproximamos em velocidade para os carros da Red Bull e Sauber. Foi uma pré-temporada difícil, nossa treino mais longo nos testes foi de apenas 12 voltas, então 58 voltas a corrida de hoje foi um bom passo em frente - mas nós sabemos que temos muito trabalho a fazer. Mas, com toda a aprendizagem de hoje, há muitas áreas que podemos melhorar para a próxima corrida”, disse.

Kevin Magnussen que substituiu o piloto titular da equipe, Fernando Alonso, não conseguiu sequer largar, o dinamarquês teve problemas de motor do seu carro quando o levava para alinhar no grid de largada e foi obrigado a abandonar a disputa: “Hoje foi frustrante para mim - eu realmente queria correr, mas tem sido bom  andar aqui neste fim de semana. Eu realmente gostei. Mesmo que eu não poderia fazer o início, a equipe pode aprender alguma coisa com o problema do meu carro. E podemos ter pontos positivos do Jenson (Button) terminar a corrida, também. Nós viemos aqui para aprender, e é isso que nós fizemos. Chegar ao final é uma pequena vitória para a equipe. Agora nós podemos ter um carro para a linha de chegada, podemos começar a acelerar o nosso aprendizado. Temos 56 voltas e isso é uma ótima maneira para McLaren e para a Honda começar a nossa jornada juntos ", exalta.

O chefe de equipe Eric Boullier comemora o fato de Button ter terminado a prova: “Em primeiro lugar, ficamosfelizes que o carro de Jenson foi capaz de terminar a corrida. Ele dirigia muito bem, mantendo Checo (Sergio Perez) atrás dele muito habilmente por muitas voltas, e ganhando-nos uma grande quantidade de dados úteis para completar 56 voltas. No entanto, as nossas velocidades de curva foram bastante eficientes, e definitivamente há potencial inexplorado no MP4-30. Quanto a Kevin, ele teve muito azar por sua corrida ter terminado por uma falha no motor, antes mesmo de começar. Em tempo de duas semanas vamos estar correndo em Sepang [Malásia], vamos usar os dados colhidos aqui para fazer uma corrida melhor lá”, finaliza o comandante.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias