Force India exige compensação da FIA por terceiro carro no grid da F1

Equipe indiana quer receber para colocar um novo carro no grid

Mallya quer uma divisão mais justa dos lucros da F1
Especula-se para a próxima temporada a redução de equipes da Fórmula 1, assim como a entrada de um terceiro carro para as escuderias. Entretanto, nem todos os times garantidos se mostram a favor desta mudança. A Force India, por exemplo, quer ‘receber’ para colocar mais um veículo no grid de largada para a temporada de 2015.
 
[publicidade] “Vamos exigir uma compensação para construir um terceiro carro, não faremos isso de forma gratuita. Estou seguro que o proprietário dos direitos comerciais percebe que tem que tornar isso economicamente viável”, declarou Vijay Mallya, dono da escuderia.
 
O chefão da Force India reclamou da possível mudança e se apegou ao domínio das grandes equipes para votar contra. “Agora querem um pódio todo ocupado por uma equipe. Isso não faz muito sentido”, questionou o indiano.
 
Longe de figurar no grupo das ‘nanicas’, Mallya pediu a revisão da divisão dos lucros da categoria. Para o chefão indiano, a atual divisão dos lucros torna a Fórmula 1 uma competição injusta.
 
“A incerteza da continuidade das outras equipes ocorre por conta da irracionalidade na qual os lucros são partilhados. As maiores equipes têm uma maior fatia, enquanto as pequenas têm menos”, analisou o dono da Force India, quinta colocada no Mundial de Construtores.

As conversas sobre equipes com três carros no grid ganharam força em Monza. O ex-presidente da Williams, Adam Parr, publicou no Twitter que 2014 seria o último ano da Fórmula 1 'como estão acostumado a ver'. Segundo o antigo dirigente, a categoria contaria apenas com oito equipes, cada uma com três carros no ano que vem.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias