Force India mostra sinais de reação na China

Depois de início ruim, novo pacote parece funcionar e time coloca Adrian Sutil em sétimo lugar ao final dos treinos de sexta-feira

Force India dá indícios de que deixou Williams e Toro Rosso para trás

A Force India pode ter começado o ano mais atrás do que esperava, mas vem mostrando sinais de reação. Nos treinos livres para o GP da China, especialmente com Adrian Sutil, o pacote de mudanças trazido para Xangai parecem ter feito diferença.

Sutil ficou de fora da primeira sessão, dando lugar a Nico Hulkenberg, mas foi sétimo na parte da tarde. Como era de se esperar, o alemão está animado com o resultado.

“Todos trabalharam muito bem hoje e estou feliz por poder me concentrar nas coisas normais de sexta-feira, como melhorar meu carro em termos de acerto. Com os pneus duros, o equilíbrio estava bom e tinha muito mais estabilidade, então nosso upgrade deve ter ajudado”, contou à assessoria de imprensa da equipe.

Já Paul Di Resta teve um dia mais complicado, ficando de fora da segunda sessão de treinos livres por um problema de pressão de combustível, sendo que, pela manhã, foi o Kers que fez o escocês perder tempo de pista e ficar apenas em 15º

“Temos um pouco de ideia de onde o carro está. Sinto que estou em desvantagem, porque na prática perdi três jogos de pneus e a parte importante, das simulações de classificação e de corrida. Espero recuperar o terreno perdido amanhã.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Paul di Resta , Adrian Sutil
Tipo de artigo Últimas notícias