Force India volta aos pontos, mas é passada por McLaren

Sutil foi o nono colocado na Bélgica, enquanto Di Resta foi abalroado por Maldonado; Ricciardo fecha o top 10

A Force India voltou a pontuar após duas provas zeradas, mas o nono lugar de Adrian Sutil não foi suficiente para que a equipe mantivesse a quinta posição no mundial de construtores, posto perdido para a McLaren.

“Não fiz a melhor das largadas e perdi posições, mas depois sido consegui ultrapassar alguns carros e entrar no top 10. Acho que era o melhor resultado possível para nós. Estamos em uma briga apertada com a McLaren, então é importante pontuar”, destacou Sutil.

O resultado poderia ter sido melhor caso Paul di Resta, que largou em quinto, não tivesse sido acertado por Pastor Maldonado e abandonado. “É uma pena porque tínhamos muita velocidade e certamente poderíamos marcar um ou dois pontos.”

Quem acabou lucrando com o abandono de Di Resta foi Daniel Ricciardo, que levou a Toro Rosso para a décima posição depois de largar em 19º. “Sabíamos que tínhamos que evoluir em relação à classificação. Tinha dito que pontuar largando de onde largamos seria bom, então estou feliz com o ritmo que mostramos.”

Seu companheiro, Jean-Eric Vergne, terminou em 12º. “Acho que eu podia ter ido um pouco melhor, porque meu ritmo era bom até o final, quando tive um furo e meu ritmo caiu. Consegui passar Hulkenberg em uma grande manobra, mas não pude chegar no Perez e daí meu companheiro veio atrás de mim com pneus novos. Foi duro não ser competitivo no último stint.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Paul di Resta , Adrian Sutil , Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias