Fórmula 1 considera diminuir uso da telemetria em 2016

FIA quer diminuir influências externas das equipes e dos engenheiros dentro das corridas e na condução dos pilotos

Ainda dentro dos esforços para melhorar o espetáculo da F1 e voltar a dar mais controle dos carros nas mãos dos pilotos, a FIA iniciou conversas para limitar a interferência do pit wall nas corridas.

A partir do GP da Bélgica, novos controles irão proibir as equipes de orientar os pilotos sobre a melhor forma de configurar a embreagem para as largadas. Agora, a entidade máxima do automobilismo revelou que, como parte de restrições mais amplas para 2016, planeja limitar as comunicações de rádio. A FIA também quer proibir os setores da telemetria que ajuda a melhorar o desempenho dos carros.

Em documento enviado para as equipes, a FIA disse: "métodos para limitar os canais de telemetria enviados em tempo real do carro para os boxes serão investigados.”

"O objetivo será restringir o fluxo de dados em tempo real para apenas sinais essenciais no carro. Quaisquer canais 'monitoramento' ou não essenciais só devem ser registrados na memória do carro."

Diminuição de mensagens de rádio para 2016

Apesar da repressão do rádio prevista para 2014 ter sido abandonada por preocupações das equipes, a FIA quer implantar restrições para o próximo ano.

A entidade enviou uma nota para as equipes divulgando os únicos tipos de mensagens que serão permitidas.

A lista completa é:

1. Indicação de um problema crítico com o carro. Por exemplo, aviso de pneu furado ou danos;
2. Indicação de um problema com o carro de um concorrente;
3. Instrução para entrar nos boxes a fim de consertar ou abandonar;
4. Informações de bandeira amarela, bandeira vermelha, largadas abortadas ou outras instruções e informações similares de controle de corrida;
5. Pista molhada, óleo ou detritos em certas curvas;
6. Instrução para trocar de posição com outros pilotos;
7. Confirmação de que uma mensagem foi ouvida pelo piloto;
8. Detalhe de tempo de volta ou setor;
9. Detalhe do tempo de volta de um concorrente;
10. Vantagens e desvantagens de tempo de um piloto para outros durante uma sessão de treino ou corrida;
11. "Push hard", "push now", "você estará disputando com..." e similares;
12. Ajudar com aviso de tráfego durante uma sessão de treino ou corrida;
13. Dar as posições de pista entre os carros na classificação para melhor posicionar um carro para uma volta limpa;
14. Escolha de pneus para o próximo pit stop;
15. Número de voltas que um concorrente fez com um jogo de pneus durante uma corrida;
16. Especificação de pneus de um concorrente;
17. Informações relativas à provável estratégia de corrida de um concorrente;
18. Janela de Safety Car;
19. Violações de pilotagem pelo piloto em si ou por um concorrente. Por exemplo, chicanes perdidas, correr fora dos limites da pista, punição em tempo aplicada e etc;
20. Notificação de que o DRS está ativado ou desativado;
21. Falhas do sistema de DRS;
22. Mudança de posição na asa dianteira para a próxima parada;
23. Transferência de óleo;
24. Momento de entrar nos pits;
25. Lembretes para verificar linhas brancas, cones e luzes ao entrar ou sair dos boxes;
26. Lembretes sobre os limites da pista;
27. Passar mensagens da direção de provas;
28. Informações relativas a danos no carro;
29. Número de voltas restantes;
30. Teste de informações durante sessões de treinos;
31. Informações meteorológicas.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pista Spa-Francorchamps
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags team radio, telemetry