Frustrado com escolha da Toro Rosso, Félix da Costa ainda sonha com a F1

Português era o favorito à vaga na equipe satélite da Red Bull, mas foi preterido pelo russo Daniil Kvyat

Apontado como favorito à vaga na Toro Rosso antes do anúncio do russo Daniil Kvyat, o português António Félix da Costa comunicou através de sua assessoria de imprensa que recebeu a notícia de forma dolorida, mas que continua com a “família Red Bull” e ainda sonha em entrar para a F1.

“Esta é uma notícia que ninguém em Portugal queria ouvir, mas a Red Bull optou pelo Daniil Kvyat para a Toro Rosso em 2014 e o objetivo de entrar na Fórmula 1 como piloto titular não foi, para já, atingido. Sinto que os Portugueses estão frustrados, mas continuem a acreditar, pois o meu caminho para a Fórmula 1 não termina aqui!”, comentou o português.

“Isso mostra que nada na vida é garantido. Vou continuar a trabalhar arduamente para chegar à Fórmula 1, em conjunto com a Red Bull e toda a estrutura que me acompanha de há vários anos para cá, casos do Tiago Monteiro, o meu irmão Duarte, o meu preparador físico Emiliano Ventura e os meus parceiros. Continuo a fazer parte da família Red Bull e muito brevemente, logo que tudo esteja definido, comunicarei o meu programa desportivo de 2014. Garanto a todos os portugueses que vou continuar a competir ao mais alto nível, com a mesma determinação e vontade de vencer”, continuou Félix da Costa.

Além do comunicado via assessoria, o piloto português também se manifestou pelo twitter, desejando boa sorte ao russo. “Dói, mas é assim. Estou feliz pelo Daniil que continua na família Red Bull. Aproveita, companheiro”, escreveu.

António Félix da Costa, que integra o programa de jovens pilotos da Red Bull, este ano disputou a World Series 3.5 da Renault pela Arden Caterham, terminando o ano na terceira posição, com 172 pontos.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias