Fry: "Tivemos dificuldades em fazer o carro funcionar para Felipe"

Com exclusividade, diretor técnico da Ferrari fala sobre altos e baixos que a equipe enfrentou na primeira metade do ano

O diretor técnico da Ferrari, Pat Fry, teve de lidar com um pouco de tudo nesta primeira metade de 2012. Com um projeto que começou errado, admite que a Ferrari falhou na compreensão às necessidades de Felipe Massa no início da temporada.

Com exclusividade, Fry revelou ao TotalRace que as dificuldades de Massa com o carro no início do ano – o brasileiro só marcou seus primeiros pontos na quarta etapa do Mundial – foram resultado de uma falha conjunta de piloto e equipe.

“Acho que Felipe teve dificuldades no início do ano, assim como todos nós tivemos dificuldades em fazer o carro funcionar para ele. De certo modo, conseguimos superar isso em Mônaco e mantivemos o mesmo nível depois disso. Por isso, nas últimas corridas, ele fez um grande trabalho.”

Fry afirmou ainda que o fundamental para a Ferrari ganhar terreno durante a temporada foi a maior compreensão em relação aos escapamentos.

“No início do ano aprendemos muito sobre como não trabalhar os escapamentos, mas, depois que superamos isso, ficamos em uma posição muito melhor para acertar logo de cara quando voltamos à configuração antiga no Canadá. Foi muito trabalho. Nosso ritmo de desenvolvimento nos deixou mais próximos dos demais e agora será uma briga até o final do ano. Será um ano longo e duro.”

Nesse período difícil, o inglês destacou a atuação de Alonso, com quem trabalhou por uma temporada na McLaren, em 2007.

“Acho que ele é ainda o mesmo piloto, mas com um nível de motivação fantástico neste ano. A maneira como ele lidou com os altos e baixos que tivemos até aqui tem sido fantástica. Ele tem feito um grande trabalho.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias