'Gambiarra' da equipe gera medo em Kobayashi: "Assustador!"

Postagem que deveria ficar restrita a amigos é revelada e mostra que piloto chegou a pensar em não correr na Rússia

Uma postagem no Facebook pessoal de Kamui Kobayashi veio a público pouco mais de uma semana depois que o japonês teve um controverso abandono no GP da Rússia – e revelou o temor do piloto, que chegou a considerar não participar da prova por questões de segurança.

[publicidade] Kobayashi publicou a foto de um conserto que sua equipe, a Caterham, havia feito em sua suspensão antes do terceiro treino livre em Sochi.

“Assustador! Encontraram um defeito na suspensão ontem à noite. Não há peças de reposição, então colaram com carbono para consertar. Está sendo checado o tempo todo mas, mesmo assim, pedirem que eu corra assim é muito assustador. Quero ir para casa”, escreveu Kobayashi.

“Ainda tenho treino livre e a corrida. Estou em sérios apuros. Como piloto, deveria ir para a pista? Devo dizer que não vou por questões de segurança? Piloto novamente em 15 minutos...”

Horas depois, o post foi apagado.

De acordo com a Caterham, Kobayashi “foi mantido informado o tempo todo e não teve qualquer motivo para acreditar que não estava seguro. O componente foi checado a cada sessão para que tivéssemos certeza absoluta de que não havia problema.”

No domingo, mais controvérsia: o japonês abandonou e concedeu entrevistas dizendo que não havia problema algum no carro. “Só pediram para que eu parasse o carro”. Porém, segundo a equipe, havia uma falha nos freios.

Em sérios problemas financeiros, a Caterham recentemente teve bens confiscados na Inglaterra. Entre eles, estavam os braços de suspensão que não puderam ser repostos no carro de Kobayashi.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias