Governo alemão libera pacote para salvar Nurburgring

Empresa que administra o circuito havia entrado em processo de insolvência, mas agora espera se manter no calendário

O governo da região de Renânia-Palatinado aprovou um préstimo de 254 milhões de euros (aproximadamente R$ 640 milhões) para salvar a administração do circuito de Nurburgring, que havia entrado em processo de insolvência na semana retrasada.

Isso dá uma sobrevida ao circuito, que foi extra-oficialmente tirado do calendário do ano que vem, segundo entrevista de Bernie Ecclestone em Budapeste, no último final de semana. As autoridades locais, no entanto, estão confiantes de que a decisão possa ser revogada.

“Estou otimista de que a F1 irá a Nurburgring no ano que vem”, disse Jorg Lindner, chefe da Nurburgring Automotive GmbH, empresa responsável pela administração da pista.

O GP da Alemanha é disputado em um sistema de rodízio entre Nurburgring e Hockenheim e, em 2013, seria a vez do circuito mais ao norte do país sediar o GP. Mas Ecclestone já trabalha com a possibilidade de não correr em Nurburgring.

“Estamos discutindo isso [Hockenheim como sede da prova em 2012]. Não queremos perder nenhuma destas pistas, e precisamos manter a corrida na Alemanha. Faremos o nosso melhor”, disse Ecclestone. “Surpreende-me que todos estes circuitos na Alemanha tenham problemas financeiros – talvez eles tenham dado todo seu dinheiro para os gregos”, brincou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias