GP da Hungria entra em sua 27ª edição, conheça mais sobre a prova

Corrida húngara é realizada ininterruptamente desde 1986 e já teve seis vitórias brasileiras até hoje

Hill vence sua primeira prova na carreira em 1993

O GP da Hungria já se tornou uma das provas mais tradicionais da F-1. Hungaroring, apesar de não figurar entre as pistas com mais possibilidade de ultrapassagem do calendário, tem certa história e características bem marcantes que a diferem das demais pistas da temporada. Tanto pelo fato de ter uma das menores médias de velocidade, como por largar em boa posição.

A pista deu o primeiro triunfo da carreira para três futuros campeões do mundo. Damon Hill (1993), Fernando Alonso (2003) e Jenson Button (2006). Em termos de vitórias, o Brasil é bem servido na Hungria, com seis vitórias empatado com a Inglaterra. Os britânicos venceram quatro dos últimos seis GPs, enquanto o Brasil levou a melhor em cinco das primeiras sete corridas em Hungaroring.

Posição de largada em Budapeste é essencial. Não à toa, apenas duas vezes a prova foi ganha por um piloto largando fora das duas primeiras filas. Nigel Mansell em 1989 (12º) e Jenson Button em 2006 (14º) foram os únicos a conseguir tal façanha.

A prova tem fama de ser cruel, não só com os equipamentos pelo tradicional calor, mas com o desgaste de pilotos. Ao longo dos 26 GPs, quatro fatos se destacam:

Em 1987, Nigel Mansell perdeu a porca de uma suas rodas após um pit stop desastroso a seis voltas do fim, deixando a vitória para Nelson Piquet.

Em 1995, Barrichello vinha em terceiro, quando, na última curva, seu motor Peugeot estourou. O brasileiro não só perdeu o pódio como qualquer ponto após Berger, Herbert, Frentzen e Panis o passarem, deixando Rubinho em um amargo sétimo.

Em 1997, Damon Hill ganharia a corrida que o faria lavar a alma após sua contestada ida para a Arrows. Damon estava a duas voltas da glória quando seu carro começou a perder rendimento por um problema no cabo do acelerador de seu Arrows-Yamaha. O piloto foi passado por Villeneuve na última volta, mas ainda conseguiu um amargo segundo lugar.

Em 2008, Felipe Massa perdeu uma vitória que lhe faria muita falta ao fim da temporada por um estouro de motor a três voltas do fim. O infortúnio do brasileiro abriu caminho para a primeira (e até hoje única) vitória de Heikki Kovalainen da F-1.

Confira horários deste fim de semana:

1º Treino livre: 05:00 – 06:30
2º Treino livre: 09:00 – 10:30
3º Treino livre: 06:00 – 07:00
Classificação: 09:00
Corrida: 09:00

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Tipo de artigo Últimas notícias