GP da Inglaterra terá compostos macios e duros

Pirelli opta por combinação que comporta variações do clima britânico. Opção agrada à equipe Ferrari

Composto duro volta à ação pela primeira vez desde Barcelona

A Pirelli anunciou, por meio de uma teleconferência, os compostos que serão utilizados nas próximas corridas. O Grande Prêmio da Inglaterra terá os pneus macios e duros, uma decisão que agrada à equipe Ferrari, como Felipe Massa já havia revelado ao TotalRace em Valência.

“Acredito que o caminho certo, não só pensando na nossa equipe, mas em todos, é macio e duro – talvez macio e médio, mas o duro provavelmente seria melhor para Silverstone. O pior possível seria médio e duro. Se levarem esses dois, a diferença do melhor carro para todos os outros aumenta. Já vimos isso em Barcelona, quando apenas duas equipes conseguiam usar o duro”, disse o piloto.

De acordo com o diretor-esportivo da Pirelli, Paul Hembery, o quadro que se desenha para a prova em Silverstone é de muitas paradas. “Talvez não tantas como em Istambul, porque desde então nós desenvolvemos o composto duro. Mas tudo vai depender também de como as equipes trabalharão com o composto macio. Dá para antever uma estratégia de três a quatro pistops”, disse o inglês.

Para o GP da Alemanha, em Nürburgring, a Pirelli vai levar os compostos macio e médio; no GP da Hungria, as equipes terão os compostos supermacio e macio à disposição.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Tipo de artigo Últimas notícias