GP de Abu Dhabi é marcado por uma série de acidentes

O mais impressionante envolveu Rosberg e Karthikeyan: "Não consegui sair do caminho", explica o piloto da HRT

O GP de Abu Dhabi tem fama de chato, mas a corrida deste ano não poderia ser mais diferente. Ação não faltou nas 55 voltas da prova em Yas Marina. Mas se os pilotos da ponta deram um show de precisão nas ultrapassagens e ritmo de corrida, uma série de confusões marcou o meio do pelotão.

Logo na largada, Nico Hulkenberg ficou pelo caminho. “Larguei muito mal e fiquei preso entre vários carros. Tentei tirar o pé, mas era tarde demais, houve contato e minha corrida acabou”, revelou o piloto da Force India. No incidente, sobrou para Paul Di Resta, que teve de trocar o bico e fazer prova de recuperação.

Algumas curvas adiante, era Nico Rosberg que se estranhava com Romain Grosjean, em colisão que obrigou ambos a uma parada não programada. Isso colocou o alemão no lugar e hora errados, logo atrás de Narain Karthileyan quando a HRT do indiano quebrou, em plena curva de pé embaixo, surpreendendo o piloto da Mercedes.

O resultado foi uma das batidas mais impressionantes da temporada, com a Mercedes voando sobre a HRT. “Tivemos uma falha hidráulica no carro, então eu tinha perdido o controle. O volante e as marchas não respondiam. Não consegui sair do caminho quando Nico chegou e acho que ambos temos sorte de não termos nos machucado”, afirmou Karthikeyan ao TotalRace.

Rosberg admitiu que levou um susto. “Ele precisou frear, algo que eu não esperava naquela curva. Não tive tempo de reagir, e fico feliz que ambos estejamos bem. Fui para o centro médico para checagens de rotina, mas está tudo bem.”

Mais adiante no pelotão, Mark Webber se envolveu em confusões com Pastor Maldonado e Felipe Massa, saindo da pista em duas oportunidades. O australiano, , veria sua corrida chegar ao fim com pouco mais de 10 voltas para o final, quando foi atingido por uma confusão entre Grosjean, Sergio Perez e Paul Di Resta.

“Estava tentando manter minha quinta posição, o que era cada vez mais difícil”, revelou Grosjean, ouvido pelo TotalRace. “Na curva 11, Paul e Sergio chegaram e começaram a brigar. Sergio saiu da pista e, infelizmente, estava do lado de dentro. Tentei frear o máximo que pude, mas claramente não foi o suficiente e tocamos. Infelizmente, Mark estava logo atrás e esse foi o fim da corrida para nós.”

Pela manobra, Perez foi punido com um stop and go de 10s. Perguntado se houvera exagero nas batalhas, Grosjean ficou em cima do muro. “Acho que as batalhas foram normais. Tentei ser o mais seguro que pude.”

Expectador das batalhas no meio do pelotão, Michael Schumacher acha que o espetáculo agradou. “Não sei por que [tivemos tantos acidentes]. Faz parte do jogo. Tenho certeza que o público adorou, pois tivemos muita ação, muita coisa acontecendo, muitas ultrapassagens.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento Abu Dhabi GP
Pilotos Michael Schumacher , Mark Webber , Narain Karthikeyan , Felipe Massa , Nico Rosberg , Nico Hulkenberg , Sergio Perez , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias