GPs seguidos geram correria para o envio de equipamentos

Desafio logístico tem cerca de 50 toneladas que precisam ser guardados, enviados e montados em quatro dias

Carros têm de estar prontos para serem inspecionados na quinta

 

Duas corridas bem longe da Europa com um intervalo de cinco dias entre o domingo de GP do Japão e a sexta-feira de treinos livres do GP da Coreia. Além das disputas na pista, este período também conta com um outro tipo de corrida, a logística.

“A primeira tarefa é ter certeza de que os carro estão inteiramente checados depois da primeira prova, porque o mais importante é a equipe saber que eles estão funcionando bem”, explica o chefe de operações de pista da Ferrari, Diego Ioverno.

“Todos os componentes são checados cuidadosamente em Suzuka no domingo à noite e, se alguma peça tiver de voltar para Maranello, têm de ser enviadas separadamente. Os carros em si têm de ser transportados de maneira diferente, devido a um acordo com a companhia de transporte, com as quatro rodas.”

Isso é organizado pela própria FOM, empresa que cuida dos direitos comerciais da categoria. Enquanto o transporte é feito, parte da equipe já viaja para a Coreia para esperar os equipamentos e montar as garagens.

“É importante começar a pensar na segunda corrida antes da primeira quando o tempo é curto entre elas, como por exemplo levar peças que podem ser utilizadas nas duas provas. Tudo varia de acordo com a vida útil das peças.”

Ioverno revela que, neste tipo de operação, a viagem em si é o único momento de descanso para os funcionários. “Se eles tiverem sorte, terão um pouco de tempo para dormir quando chegarem à Coreia antes de começar a montar tudo de novo. Na Coreia, o trabalho teve de começar na terça para que tudo fique pronto para quinta-feira, quando os carros são inspecionados pela FIA”.

E é muita coisa para aprontar. Cada equipe envia de 20 a 30 toneladas a cada corrida. “Isso, pelo ar. Para economizar, enviamos cerca de 10 a 15 toneladas pelo mar já com alguma antecedência. De 40 a 50 pessoas por equipe estão envolvidas em guardar, enviar e construir a estrutura, então efetivamente cada um deles lida com uma tonelada de equipamento.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Tipo de artigo Últimas notícias