Grécia tem desbloqueio de fundos para fazer um GP de Fórmula 1

R$ 75 milhões foram liberados para a construção de um autódromo. Todavia, preço total da construção giraria em torno de R$ 250 milhões

Mesmo afundada em uma forte crise econômica, a Grécia está liberando cerca de R$ 75 milhões para a construção de um autódromo de padrão internacional, disse o Ministro do Desenvolvimento grego Notis Mitarakis. Todavia, o circuito que será localizado em Xalandritsa, próximo à cidade portuária de Patras, custaria uma bagatela total de quase R$ 250 milhões.

De acordo a Bloomberg, a construção da pista será supervisionada por investidores privados da empresa Racetrack Patras SA. Um selo de aprovação do governo foi dado com a assinatura do Ministro do Desenvolvimento para desbloquear as subvenções.

A primeira ideia de um GP grego surgiu em 2011. Em agosto de 2012 verificou-se que uma pista poderia ser construída nas ruas de Drapetsona, mas a ideia não foi adiante.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias