Grosjean abandona; Kovalainen não pontua e Valsecchi ironiza

Finlandês terminou apenas na 14º, o suficiente para Valsecchi lembrar à Lotus que ele era a melhor opção

Para quem ainda sonhava com o vice-campeonato antes de começar o fim de semana, o resultado do GP do Brasil foi o mais decepcionante possível para a Lotus. Romain Grosjean teve o motor de seu carro estourado logo nas primeiras voltas e Kolanainen terminou apenas na 14ª posição, uma volta atrás de Sebastian Vettel.

O discreto desempenho do finlandês, que substituiu Kimi Raikkonen nos dois últimos GPs do ano, provocou uma reação do italiano Davide Valsecchi no twitter. Campeão da GP2 em 2012, Valsecchi é piloto reserva da Lotus e esperava ter sido o escolhido para o lugar do lesionado Kimi. “Eu disse à Lotus que era melhor escolher o meu coração e a minha motivação do que a experiência de Kova. E eu realmente sinto muito que eles não tenham feito isso”, escreveu após a corrida.

Já Kovalainen lamentou não ter feito nenhum ponto nessas duas corridas. “Foi uma grande oportunidade guiar a Lotus e estou chateado por não pontuar. O carro é bom, mas eu estava sem ritmo e não fui capaz de tirar o melhor dele. Cometi alguns erros, provavelmente por estar desacostumado com alguma coisas. Meu inícios de corrida, tanto aqui como em Austin foram fracos”, explicou.

Grosjean preferiu brincar com a situação. “Nessa parte do ano, todos querem descansar, mas meu motor, aparentemente, resolveu sair de férias mais cedo”, lamentou. “Hoje obviamente foi decepcionante para todos, mas agora é descansar um pouco e depois nos concentrarmos para 2014”, comentou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pilotos Heikki Kovalainen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias