Grosjean encara pela primeira vez o calor da Malásia como piloto de F-1

Francês, que surpreendeu no treino de classificação em Melbourne, espera repetir pódio de Heidfeld do ano passado

Grosjean faz sua estreia em Sepang

Romain Grosjean não é 100% novato. O francês substituiu Nelsinho Piquet na parte final do Mundial de 2009, começando em Cingapura, uma das corridas mais exigentes fisicamente no calendário. Porém, a aproximação do GP da Malásia, a corrida mais sacrificante do calendário, deixa Grosjean preocupado. "Estou tentando ter o máximo de reservas possível, tentando me acostumar a umidade e ao calor. Mas não há nada que se possa fazer para evitar. É assim que funciona e é assim para todo mundo."

"O ar-condicionado é muito forte nas partes fechadas e fora o calor é pesado. Espero ficar bem no carro", acrescentou o piloto da Lotus.

Se o material humano do grid sofre muito em corridas na Malásia, o equipamento não fica atrás. "Tentaremos fazer o nosso sistema de refrigeração funcionar ao máximo. Estamos trabalhando nisso e as sessões livres nos ajudarão a saber o que fazer para a corrida."

Sensação do treino de classificação no último sábado, em Melbourne, quando conseguiu a terceira posição, Grosjean viu o sonho dos primeiros pontos durar pouco: abandonou na segunda volta após toque com Pastor Maldonado. Em Sepang, neste domingo, espera melhor sorte. "Esperamos ter uma classificação incrível e também uma corrida fenomenal. Essa é a ideia."

Sobre repetir o pódio de Nick Heidfeld, no ano passado, o francês tenta controlar as expectativas. "Espero que sim. Estamos todos trabalhando para tirar o melhor do carro. Acho que depois de sábado saberemos mais sobre as posições das equipes e quem está na frente e quem não está. Espero que estejamos fortes."
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias