Hamilton abaixa o tom sobre possível saída da McLaren

Piloto destaca parceria de longa data com a equipe e tenta afastar rumores de que não deve renovar ao final de 2012

Mesmo comprometido com a McLaren, Hamilton não esconde que só fica se tiver carro vencedor

Depois de causar furor na mídia inglesa, na quinta-feira, ao declarar que seu futuro na McLaren estava diretamente ligado à conquista de títulos, dando a entender que poderia sair da equipe ao final de seu contrato, em 2012, Lewis Hamilton baixou o tom hoje.

"Estava apenas dizendo que é como as coisas funcionam. Não há dúvidas sobre minha lealdade à equipe. Estou com eles desde os 6 anos de idade. Estou aqui, sou dedicado a eles. Quero ajudá-los a se transformarem em uma equipe ainda mais bem sucedida, assim como espero que trabalhem para que eu seja um piloto mais bem sucedido também".

Nesta quinta-feira, Hamiton havia dito que, dependendo do cenário ao final da temporada, poderia mudar de time.

“Sempre gostei de correr pela equipe e gostaria de continuar por mais tempo. No final do ano, tenho que avaliar em que posição estou e o que aconteceu.”

Os rumores de uma possível saída de Hamilton da McLaren começaram há algumas semanas. Boatos já ligaram o piloto à Red Bull, mas Christian Horner colocou em dúvida a possibilidade de sucesso de uma dupla formada pelo campeão de 2008 e Sebastian Vettel. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias