Hamilton acredita que o GP da Bélgica será decidido nos detalhes

Inglês vê McLaren, Ferrari e Red Bull no mesmo nível das últimas corridas e destaca a dificuldade em acertar o carro com a chuva

Hamilton durante os treinos livres da Bélgica

Para Lewis Hamilton, quarto colocado nos treinos livres, o GP da Bélgica não deve apresentar mudanças na relação de forças entre sua McLaren e as Ferrari e Red Bull.

“Acho que estamos bem no molhado, mas também estamos rápidos no seco. É difícil saber. Foi interessante perceber que alguns estavam muito velozes nas retas e outros no segundo setor. Parece que os mesmos carros estão tão competitivos quanto sempre foram.”

O inglês acredita que as escolhas feitas no que promete ser um final de semana complicado devido à chuva vão ser decisivas.

“Acho que a chave será escolher o nível de downforce certo. Ninguém sabe se será uma corrida no seco ou no molhado, talvez fique mudando como hoje. Uma boa estratégia e saber cuidar dos pneus serão os fatores decisivos.”

Hamilton explicou que, pelo traçado belga ter três setores muito diferentes e pela possibilidade de chover na corrida, é muito difícil determinar o acerto correto.

“É muito difícil porque às vezes só a asa traseira móvel já representa uma diferença de ter de colocar a sexta ou a sétima marchas. Então você tem de tentar acertar o carro para a classificação, mas sem esquecer que o carro vai mudar quanto estiver seco e não puder usar a DRS o tempo todo, na corrida – e ainda tem o combustível. Esse é o trabalho dos engenheiros.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias