Hamilton estraga festa de Vettel e decisão vai para o Brasil

Inglês vence GP dos Estados Unidos, com o alemão em segundo e Alonso em terceiro; Massa ganha 7 posições e é quarto

Lewis Hamilton apareceu como o intruso na disputa pelo título entre Sebastian Vettel e Fernando Alonso e ultrapassou o alemão para vencer o GP dos Estados Unidos. Fernando Alonso completou o pódio e perdeu apenas três pontos em relação ao piloto da Red Bull no campeonato. Agora, Vettel vai ao GP do Brasil com 13 pontos de vantagem para o espanhol.

Felipe Massa fez excelente corrida, pulando de 11º para quarto. E Bruno Senna pontuou com o décimo lugar.

Na 100ª corrida em que estiveram juntos no grid, esta foi a primeira oportunidade em que Vettel, Hamilton e Alonso dividiram um pódio. A corrida marcou ainda o tricampeonato de construtores da Red Bull.

A estratégia da Ferrari para aumentar as chances de Alonso funcionou e o espanhol usou a aderência adicional de largar do lado limpo do grid para ganhar três posições e pular do sétimo para quarto. Na frente Vettel manteve a ponta e Webber superou Hamilton.

Atrás, a briga foi muito intensa nas primeiras voltas. Kimi Raikkonen se tocou com Paul di Resta e Pastor Maldonado chegou a escapar, mas todos se mantiveram na corrida. Quem lucrou foi Hulkenberg, que se colocou à frente do pelotão formado por Grosjean, Schumacher, Raikkonen, Di Resta, Massa, Senna, Maldonado, Perez e Button. Após várias disputas roda a roda, Grosjean e Schumacher foram perdendo terreno.

Enquanto isso, Hamilton ultrapassou Webber na quarta volta e passou a diminuir a diferença em relação a Vettel. Com 10 voltas completadas, o top 10 era formado por Vettel, Hamilton, Webber, Alonso, Hulkenberg, Raikkonen, Massa, Di Resta, Perez e Senna. Na 12ª volta, Kimi fez grande ultrapassagem sobre Hulkenberg e, quatro giros depois, foi a vez de Massa.

Hamilton chegou a ter a oportunidade de usar a DRS para cima de Vettel em algumas voltas, mas não se aproximou o suficiente. O inglês começou a perder tempo e foi o primeiro a parar entre os três primeiros, seguido, na mesma volta, por Alonso e, no giro seguinte, por Vettel.

Voltas antes, Webber abandonou com problemas técnicos. Com a vantagem que tinha, Vettel voltou em primeiro, mas Hamilton retornou à pista brigando com Raikkonen e ultrapassou o finlandês, enquanto o espanhol, cuja troca foi lenta, acabou sendo superado por Button, que largara de pneus duros e planejava fazer um primeiro stint mais longo.

Vendo as dificuldades do espanhol, a Ferrari decidiu estender ao máximo o primeiro stint de Massa para que o brasileiro ultrapassasse Raikkonen. Porém, mesmo com um erro na parada do finlandês, Kimi conseguiu superar Massa logo depois que o ferrarista saiu dos boxes.

Com 30 voltas e apenas Button e Rosberg por fazer suas paradas, o top 10 tinha Vettel em primeiro, mantendo 2s de vantagem para Hamilton. Button era terceiro, seguido por Alonso, Raikkonen, Massa, Grosjean, Rosberg e Hulkenberg. Senna seguia de perto o alemão.

Com as paradas dos pilotos que largaram com pneu duro, Vettel seguia na frente com Hamilton já com menos de um segundo de desvantagem. Alonso corria sozinho em terceiro, com Raikkonen e Massa tentando escapar de Button, que vinha com pneus muito mais novos e com o composto mais macio. Grosjean, Hulkenberg e Senna completavam o top 10.

Na volta 42, Hamilton usou o DRS para passar Vettel, que não teve ritmo para colocar pressão no inglês, mas se manteve a menos de dois segundos da McLaren. Enquanto isso, Massa fez grande ultrapassagem sobre Raikkonen, que também se envolveu em um grande embate com Button, mas não conseguiu segurar o inglês, caindo de quarto para sexto.

A quatro voltas para o final, Maldonado conseguiu passar Bruno Senna, após briga roda com roda. Com isso, o brasileiro chegou em 10º. Mais à frente, Button não conseguiu se aproximar de Massa e o primeiro GP dos Estados Unidos terminou com Hamilton em primeiro, seguido por Vettel, Alonso, Massa, Button, Raikkonen, Grosjean, Hulkenberg, Maldonado e Senna.

 

Resultado do GP dos EUA: 

1º) Lewis Hamilton (McLaren), 56 voltas
2º) Sebastian Vettel (Red Bull), a 0.6s
3º) Fernando Alonso (Ferrari), a39.2s
4º) Felipe Massa (Ferrari), a 46s
5º) Jenson Button (McLaren), a 56s
6º) Kimi Räikkönen (Lotus), a 64.4s
7º) Romain Grosjean (Lotus), a 70.3s
8º) Nico Hulkenberg (Force India), a a73.7s
9º) Pastor Maldonado (Williams), a 74.5s
10º) Bruno Senna (Williams), a 75.1s
11º) Sergio Perez (Sauber), a 84.3s
12º) Daniel Ricciardo (Toro Rosso), a 84.8s
13º) Nico Rosberg (Mercedes) a 85.5s
14º) Kamui Kobayashi (Sauber), a 1 volta
15º) Paul di Resta (Force India), a 1 volta
16º) Michael Schumacher (Mercedes), a 1 volta
17º) Vitaly Petrov (Caterham), a 1 volta
18º) Heikki Kovalainen (Caterham), a 1 volta
19º) Timo Glock (Marussia), a 1 volta
20º) Charles Pic (Marussia), a 2 voltas
21º) Pedro de la Rosa (HRT), a 2 voltas
22º) Narain Karthikeyan (HRT), a 2 voltas

abandonaram:
Mark Webber (Red Bull) e Jean-Eric Vergne (Toro Rosso)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias