Hamilton lamenta tráfego no box da Mercedes, o que lhe custou o pódio

Inglês aproveitou bandeira amarela para fazer sua parada, precisou esperar companheiro e perdeu tempo

Numa pista difícil de ultrapassar, com a Mercedes conseguindo segurar o pelotão e fazer o ritmo para que seus pneus durassem – tarefa facilitada também com as interrupções – a equipe alemã tinha tudo para fazer uma dobradinha em Mônaco, mas um erro estratégico na hora da primeira parada, em bandeira amarela, acabou deixando Hamilton atrás dos dois pilotos da Red Bull.

“Foi uma falha. Eu havia dito que precisávamos de uns 5 segundos de distância para o Rosberg para que fizéssemos os pits, mas talvez fosse necessário um pouco mais”, lamentou Hamilton após a corrida.

Quando a bandeira amarela foi acionada, tanto Rosberg, quanto Hamilton foram para os boxes, mas a equipe não conseguiu soltar Nico antes que Hamiton chegasse e o inglês teve de ficar parado esperando e isso lhe custou a perda de duas posições, para Vettel e Webber.

Apesar do erro estratégico, Hamilton terminou na quarta posíção e parabenizou a equipe e o companheiro. “Foi um grande trabalho da equipe em geral e quero parabenizar o Nico e todo o time pela vitória. E eu vou me concentrar em trabalhar mais ainda para as próximas corridas”, concluiu o campeão de 2008.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias