Hamilton quer tornar a Mercedes vencedora "igual minha McLaren"

Inglês homenageia equipe que defendeu desde os 13 anos em primeira visita a Woking desde que anunciou sua saída

Em sua primeira visita à fábrica da McLaren, em Woking, Inglaterra, desde o anúncio de que correrá pela Mercedes a partir do ano que vem, Lewis Hamilton agradeceu à equipe e garantiu que o time que o apoiou desde os tempos de kart sempre será especial para ele.

“Estou enormemente orgulhoso de ter trabalhado por tanto tempo pela McLaren. Lembro do primeiro dia em que estive na fábrica velha da equipe, quando tinha 13 anos”, afirmou, segundo o The Sun. “Passei metade da minha vida na McLaren. A equipe, os carros, o lugar, as pessoas – tudo será sempre especial para mim”.

O inglês de 27 anos disputou todos os seus 106 GPs na Fórmula 1 pela equipe inglesa, conquistando 20 vitórias, 48 pódios e 24 pole positions, além do título mundial de 2008 e do vice-campeonato de 2007.

Falando sobre sua nova casa a partir de 2013, com que tem contrato por três anos, Hamilton afirmou que “definitivamente o prédio da Mercedes não é tão espetacular quanto o MTC”, referindo-se à sigla que corresponde ao nome da fábrica, o McLaren Technology Centre.

“O desafio de ir para a Mercedes será trabalhar com a equipe de engenheiros e como fazer de um carro que não vence regularmente, um que o faça, como minha McLaren. Espero trazer muito sucesso para a Mercedes, mas a McLaren sempre terá um espaço especial no meu coração”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias