Hamilton, segundo: "Achava que estaria muito mais atrás"

Mesmo aliviado por classificação melhor do que a encomenda, inglês se espanta com Vettel e destaca Lotus e Ferrari

Lewis Hamilton demonstrou certo alívio com o segundo lugar no grid para o GP da Europa. O inglês revelou que não estava feliz com o equilíbrio de sua McLaren até a sessão de classificação.

“Achava que estaria muito mais atrás. Fui para a classificação pensando que, se largasse em quinto, estaria feliz. Houve dificuldades por todo o final de semana com o acerto do carro. Tivemos que dar alguns 'chutes' para chegar à configuração ideal. Meu engenheiro fez, como sempre, um bom trabalho. Ele me deu um bom espaço, para que eu fizesse a volta sem pegar tráfego.”

O atual líder do campeonato, no entanto, destacou a grande vantagem de Sebastian Vettel na pole, de mais de três décimos. Ele espera ver Lotus e Ferrari fortes no domingo também.

“Não o vejo tendo muitas dificuldades amanhã. Ele está com um novo pacote no carro e conseguiu quase quatro décimos em uma tentativa. Acho que tem ainda mais no bolso. Eles serão muito competitivos amanhã, só temos de focar em nosso trabalho.A diferença é muito grande, então espero que seja uma corrida dura. As Lotus são os carros para se prestar atenção e tenho certeza de que a Ferrari também vai ser muito forte nas sequências longas de volta. As condições climáticas também serão complicadas.”

Após queixa de Nico Rosberg de que havia o atrapalhado em sua volta rápida, Hamilton tirou o seu cartão fidelidade do bolso, como costuma brincar, e fez uma visita aos comissários. Desta vez, no entanto, não recebeu punição.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias