Hamilton sobre motor Mercedes na Red Bull: "sou contra"

Bicampeão mundial afirma que a Red Bull é uma equipe grande e não deve ter nenhuma parceria com os alemães

Lewis Hamilton afirmou nesta sexta-feira que a Mercedes deve refletir muito antes de considerar fornecer os seus motores para os rivais da Red Bull.

“Seria como dar a Ferrari um motor. Acho que se você pensa seriamente em vencer Campeonatos Mundiais, você não deve fazer isso. Red Bull é uma equipe grande e a Mercedes está aqui para vencer, então eu sou contra”, disse Hamilton, em entrevista à emissora espanhola Antena 3.

Aliado ao comentário do tetracampeão mundial criticando uma possível parceria, o último rumor no paddock é que a Red Bull poderá receber uma nova oferta de Sergio Marchionne para receber motores Ferrari.  

“O nosso chassis é um um dos melhores atualmente. Não há dúvida que se tivéssemos um motor poderoso como a Mercedes estaríamos competitivos”, disse Daniil Kvyat, que não poupa críticas à Renault.

No entanto, o piloto russo da Red Bull evita comentar sobre qual motor escolheria caso o acordo com a marca francesa seja rompido para a próxima temporada.

“Não é minha responsabilidade tomar essa decisão. Se tivermos um motor competitivo, certamente faremos o melhor carro possível pra vencer corridas e interromper o domínio da Mercedes. Tenho certeza que tomaremos a melhor decisão”, completou.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Red Bull Racing , Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias